A CRÔNICA DE JÚLIA LOPES DE ALMEIDA DIALOGA COM O PROJETO DE MODERNIDADE DO BRASIL REPUBLICANO

Nadilza M. de B. Moreira

Resumo


Nosso ensaio pretende analisar seis crônicasda escritora Júlia Lopes de Almeida (1862-1934), publicadas no jornal O País (1884-1934), no qual ela escreveu por 30 anos emanteve uma coluna, “Dois dedos de prosa”.As refl exões aqui desenvolvidas têm porobjeto a temática das cidades brasileiras, asquais, no início de século XX, faziam partedo projeto republicano de modernidade, queansiava apagar as marcas coloniais do país ese identifi car com as capitais européias, ditascivilizadas, como Paris. Em outras palavras, opaís precisava civilizar-se.

Palavras-chave


Júlia Lopes de Almeida; crônicas; belle époque;Brasil republicano.

Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.